Entenda o que é Supply Chain e sua relação com a Logística

Qual a relação do Supply Chain com a logística?

Embora muitas empresas e profissionais de logística costumem aplicar o termo Supply Chain em suas rotinas, em certas ocasiões, a sua definição pode ser confundida com outras atividades nesse complexo cenário da armazenagem e distribuição de produtos.

Mas fique tranquilo! Preparamos este post com informações relevantes sobre esse tema tão necessário nas operações. A seguir, você vai entender melhor o que é Supply Chain e sua relação com a logística de uma organização. Boa leitura!

O que é Supply Chain?

O Supply Chain Management — ou na tradução em português, gestão de cadeia de suprimentos — engloba uma série de processos dentro do setor de logística de uma empresa. Isso vale tanto na relação das entregas de produtos aos consumidores, como em outras etapas, como:

  • armazenagem;
  • recebimento de materiais;
  • transferências entre armazéns, etc.

Logo, o Supply Chain consiste em uma cadeia completa, que compreende diferentes etapas dentro das operações logísticas de uma empresa. Assim, podemos considerar, desde a aquisição e abastecimento de insumos, passando por todas as atividades de armazenagem, até finalmente a distribuição da mercadoria.

Qual a relação do Supply Chain com a logística?

O conceito de logística empresarial está muito mais atrelado à movimentação dos produtos em si, assim como a gestão de informações relacionadas a ela, tais como:

  • modais utilizados no transporte;
  • tipos de SKU adotados pelos produtos;
  • metodologias de entregas, etc.

Enquanto isso, o Supply Chain se associa a uma gestão dessa cadeia de suprimentos, bem como todas as etapas que a compõem — recebimento de materiais, endereçamento, cadastro de itens, picking, packing, expedição etc.

No entanto, são coisas diferentes, porém diretamente interligadas. De uma forma geral, dentro de um ambiente corporativo, podemos supor que a empresa terá sempre um setor ou profissional responsável pela logística de seus produtos.

Além disso, o gerenciamento de toda a cadeia será definido e monitorado pelo seu Supply Chain, desde a chegada do item até a sua distribuição.

Como otimizar o Supply Chain de um negócio?

Quando falamos da relação entre Supply Chain e a logística, quase sempre nos vem em mente questões sobre como otimizar esses processos e ainda escolher o melhor modelo de cadeia de suprimentos para nossos negócios.

E a resposta é simples e direta: depende! Isso porque não existe uma “receita pronta” de Supply Chain para as empresas, visto que, além de uma infinidade de soluções e tendências no mercado atual, há uma variedade de possibilidades para implementar na rotina logística. 

Por exemplo, estruturas modernas como lockers e hubs logísticos são utilizadas hoje como alternativas aos tradicionais CDs e armazéns. Sistemas como cross-docking e transit point já substituem — ou mesmo eliminam — etapas de armazenagens convencionais.

Entregas de bike, moto ou até a pé, já são realidades para muitas empresas e assim por diante. Então, os modelos de Supply Chain e logística também são mutáveis e evoluem com o tempo!

Logo, cabe ao gestor reconhecer as necessidades de seu negócio e do seu mercado, buscando soluções e alternativas que melhor atendam as demandas de seu Supply Chain. Assim, levando em consideração fatores como redução de custos, praticidade, eficiência operacional e, claro, a experiência final de seus consumidores.

Curtiu? Então, compartilhe essas dicas e informações em suas redes sociais e marque profissionais e empresas ligadas à logística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×