Como implementar a operação de logística reversa no seu negócio

A operação de logística reversa funciona em duas diferentes frentes que são muito importantes para os mais diversos setores do comércio. Acompanhe as principais informações sobre o assunto e veja como implementar logística reversa com auxílio da HandOver.

No geral, a logística reversa corresponde à área da logística que analisa, rege e monitora o fluxo de bens que retornam após a produção e venda de produtos, assim como também realiza o controle da política de troca e devolução.

Leia também: O que é last mile e a sua importância na logística.

Como funciona a logística reversa

Para o processamento de resíduos sólidos (pós-consumo)

Após a criação da lei dos resíduos sólidos, as empresas se tornaram legalmente responsáveis pelo processamento de resíduos advindos de sua produção, o que corresponde a uma das frentes da logística reserva.

Com isso, fabricantes ficam responsáveis pela embalagem que produzem depois que ela é descartada no lixo, por exemplo.

Ou seja, os produtos são adquiridos, utilizados, e depois deixam detritos no ambiente. Boa parte desses produtos pode retornar ao ciclo produtivo, por meio de reuso, reciclagem ou de desmanche, e para isso é utilizada logística reversa.

Para política de troca e devolução (pós-venda)

A segunda frente da logística reserva diz respeito ao pós-venda, em que produtos são devolvidos pelos clientes por erros no processamento, razões comerciais, etc.

Ou seja, se trata do modelo que cuida dos produtos que precisam ser devolvidos por razões diversas, ou que não foram utilizados por terem que voltar para a empresa. São exemplos de logística reversa pós-venda:

  • Avarias com trocas pré-estipuladas;
  • Defeitos de fabricação;
  • Devoluções por parte do consumidor por razões diversas;
  • Erros durante o processamento de um pedido.

A importância da logística reversa para as empresas

Pós-consumo

O primeiro ponto sobre a logística reversa diz respeito à exigência da lei, que obriga negócios a lidarem com os resíduos de seus próprios produtos.

Mas, para além disso, a logística reserva é responsável pela implementação de uma postura mais sustentável na empresa.

Pós-venda

A logística reversa pós-venda é importante por outros fatores. Além de cumprir os direitos do consumidor quanto a trocas e devoluções, estruturar uma boa logística reversa garante outras vantagens:

  • Melhoria no processo seletivo: a logística reversa permite que a empresa recolha e analise produtos com defeitos;
  • Bom relacionamento com os clientes: maior credibilidade da empresa na hora de lidar com consumidores insatisfeitos;
  • Ampliação das vantagens competitivas: uma política de logística reversa bem estruturada representa grande vantagem competitiva no mercado, já que pode criar uma imagem de destaque na mente dos clientes;
  • Potencial de redução de custos: a logística reversa inclui custos com o transporte de mercadorias, mas a depender de sua estruturação é possível prosseguir com o processo de forma mais econômica, por meio de armários inteligentes.

Saiba mais: Veja como a HandOver auxilia e-commerces na redução dos custos logísticos

Como aplicar logística reversa na sua empresa com a HandOver?

A HandOver é uma empresa de logística que fornece armários inteligentes que podem otimizar a logística reversa pós-venda. Por meio de lockers estrategicamente posicionados, o cliente pode realizar o depósito de produtos que foram adquiridos e precisam ser trocados ou devolvidos à empresa.

Dessa forma, além de diminuir os custos com frete, o processo se torna mais prático para o cliente, que não precisa ir até os Correios, encarar filas ou se deslocar por uma longa distância, e também para a empresa, que pode recolher vários produtos em um só lugar.

Navegue pelo site da HandOver para conhecer mais sobre os armários inteligentes para logística reversa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×