Planejamento financeiro: como fazer

Planejamento financeiro - HandOver

O planejamento financeiro permite uma melhor alocação dos recursos, abrindo espaço. Por exemplo, para investir em modernização da empresa e do seu produto ou para corte de custos ou bens para determinada área.

Tente se organizar e priorizar as informações de maneira ágil e eficiente. Por exemplo, verifique seus gastos, implemente um bom software de gestão, mensure os resultados e assim por diante.

Saiba de forma prática, o que você pode fazer para otimizar o controle financeiro da sua empresa. Anote essas dicas:

1. Faça um planejamento financeiro

Trace o montante que você pretende atingir, determine o período, Qual o prazo médio de pagamento das contas. Considere o factoring para manter o capital de giro ou fazer um investimento e assim por diante.

Pontos para considerar na hora de fazer o planejamento financeiro:

  • > Entenda o que é preciso mudar;
  • > Defina objetivos financeiros;
  • > Aprenda a poupar;
  • > Compare preços de fornecedores/produtos/serviços;
  • > Seja realista na hora de traçar os objetivos;
  • > Estude sobre o seu setor de atuação;
  • > Atente-se ao mercado (afinal, dependendo do mercado de atuação, acompanhar as notícias pode influenciar muito o seu negócio).

2. Acompanhe os resultados

Além de planejar e anotar tudo, você precisa acompanhar de perto as finanças da sua empresa. Não se esqueça de checar regularmente o fluxo de caixa e se as metas estabelecidas no planejamento estão sendo cumpridas. Estabeleça uma rotina para essa checagem.

3. Invista em tecnologia

É possível gerir o seu negócio por planilhas, porém, um bom sistema de gestão facilita que essas ações sejam colocadas em prática. O sistema de gestão integra todas as áreas da empresa em um só lugar, você consegue visualizar seus resultados de forma ágil, inclusive com a impressão de relatórios.

4. Não misture as finanças da empresa com as pessoais

Também defina/separe um pró-labore que seja suficiente para arcar com suas dívidas e gastos, mas que também não sufoque o caixa da sua companhia. É preciso ser realista com as condições e as possibilidades do negócio.

Também defina/separe um pró-labore que seja suficiente para arcar com suas dívidas e gastos, mas que também não sufoque o caixa da sua companhia. É preciso ser realista com as condições e as possibilidades do negócio.

Leia também: O que é startup unicórnio?

Conheça a HandOver! Gostou desse conteúdo? Então acompanhe nosso blog para ficar informado sempre que tivermos novidades!

Artigo produzido por Stefany Pereira
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×